GUARDIÃES DA MEMÓRIA DO ESPORTE BRASILEIRO COMEMORAM A INCORPORAÇÃO DO ACERVO MARIA LENK

0

O Acervo Maria Lenk possui dez mil peças (documentos, fotos, recortes de jornais e revistas, etc) e constitui uma longa história de apoio de pessoas e instituições para sua preservação. Isto porque se trata da memoria do esporte brasileiro nas décadas de 1930 e 1940 em seus aspectos de destaque nacional e internacional. Nos últimos cinco anos, a luta pela sobrevivência desse Acervo foi liderada pelo Instituto Correr Bem (RJ) que em dezembro ultimo o passou formalmente para o Arquivo Nacional (entidade do Governo Federal com sede no RJ) após negociações levadas a efeito por Francisco da Silva Junior, sobrinho da heroína olímpica brasileira, Maria Lenk, falecida em 2006. A entrega foi festejada pelo Instituto Correr Bem como vitória pessoal de seus componentes, todos voluntários na guarda de uma dos mais valiosas heranças do esporte brasileiro. Na foto, o grupo da Correr Bem comemora com orgulho seu feito histórico com a esperança que se torne um exemplo e um antídoto contra a negligência na preservação de documentos e objetos da memória nacional. Da esquerda para a direita, os membros da Correr Bem: Renata Leão, Jupira Oliveira (presidente), Edgar de Oliveira, Lamartine DaCosta (curador), Jorge Luis da Silva, Andrea D’Aiuto (CEO) e Carlos Campana. Ausente na comemoração mas participante na preservação: Paulo Rodrigo pedroso da Silva.

Leia mais

Share.

Leave A Reply

Tamanho do Texto
Constraste